Lava Jato adere a táticas cada vez mais delinquentes e desesperadas para pegar Lula - O Cafezinho

O Cafezinho

sexta-feira

7

abril 2017

62

COMENTÁRIOS

Lava Jato adere a táticas cada vez mais delinquentes e desesperadas para pegar Lula

Escrito por , Postado em Redação

Francamente, a investigação da Lava Jato já se tornou, há tempos, criminosa.

Seus operadores jogam cada vez mais sujo e cada vez mais à margem da lei!

Em especial quando o tema é o principal objetivo da operação: pegar Lula.

A defesa de Lula agora é que precisa exigir apuração, investigação, até mesmo quebra de sigilo, porque a Lava Jato prefere deixar coisas no ar, para “levantar suspeitas” e incitar órgãos do governo contra o Instituto Lula.

A Lava Jato agora está criminalizando o Instituto Lula por emails apócrifos enviados à instituição. É tão surreal que tenho que repetir: a Lava Jato, sem encontrar nada de errado nas contas do Instituto ou de Lula agora tenta acusá-los por um email enviado por um anônimo ao instituto.

***

No site Verdade com Lula

ADVOGADOS DE LULA PEDEM APURAÇÃO SOBRE E-MAIL FALSO

6 de abril de 2017

E-mail autointitulado falso e com o aparente objetivo de levantar suspeitas indevidas em relação ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi enviado às 22h17min56s do dia 03/03/2016 para o endereço de uma colaboradora do Instituto Lula. É importante registrar que esse dia foi véspera da busca e apreensão na residência do ex-Presidente, dos seus filhos, colaboradores e na sede do Instituto Lula e antecedeu igualmente sua condução coercitiva.

O e-mail não foi lido pela colaboradora ou por qualquer outro membro do Instituto Lula. Às 6 horas houve a apreensão do computador que recebeu a mensagem e as senhas do provedor foram alteradas pela Polícia Federal.

No entanto, esse material tem sido utilizado para embasar providências da Receita Federal e atos de investigação do Juízo da 13ª. Vara Federal Criminal de Curitiba, sem nenhuma verificação prévia sobre a origem e a real intenção do emissor da mensagem. Diante disso, na condição de advogados de Lula, pedimos hoje (06/04) ao Juízo de Curitiba, responsável também pela apreensão do citado e-mail, providências para que, primeiramente, seja identificado o autor do encaminhamento do e-mail.

As providências requeridas foram as seguintes:

1. Seja oficiado à empresa “Yahoo do Brasil” para que forneça os registros de acesso, endereços de IP de origem, horários GMT de acesso e dados cadastrais fornecidos concernentes ao e-mail anna.bumlai@yahoo.com.br;

Após a resposta da empresa, requer-se:

2. Seja determinado que o respectivo provedor de internet informe todos os dados disponíveis do usuário que utilizou o referido IP no dia 03.03.2016 às 22h 17min 56s;

Após a disponibilização de tais dados, requer-se:

3. Seja dada nova oportunidade de manifestação a Lula, para os novos requerimentos cabíveis.

A partir de tais providências e com os esclarecimentos feitos, esperamos ver superado mais um elemento de perseguição a Lula, na evidente prática de “lawfare” do qual ele é vítima.

Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira

sexta-feira

7

abril 2017

62

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

62 COMENTÁRIOS

  1. Severino Duarte
  2. Rachel
  3. luiz
  4. andre de oliveira
  5. Anônimo
  6. Anônimo
  7. Maria Aparecida Lacerda Jubé
  8. juca
  9. Luiz
  10. jose carlos lima
  11. andre rs t
  12. Anselmo Soares
  13. Barbara
  14. ANTONIO PAULO DA COSTA CARVALHO
  15. Jorge Leite Pinto